Resenha – The Rolling Stones: Gravações comentadas & discografia completa
por Bruno Lisboa
em 10/07/15

Nota:

pedras rolando

Lançada em 2009 pela editora Larousse, a  série Gravações comentadas & discografia completa chegou no Brasil tendo como artistas homenageados três dos maiores ícones da escola do rock: Bob Dylan, Beatles e os Rolling Stones. Como atualmente estou numa de analisar discografias de artistas ou bandas consagradas, aproveitei o momento para tirar a poeira do livro que havia comprado há tempos e que esmuiça a carreira de Mick Jagger, Keith Richards e companhia limitada.

Escrita por Adam Clayson, como o título já indica, a obra The Rolling Stones: Gravações comentadas & discografia completa tem como ponto central, e diferencial das centenas de biografias lançadas por aqui, analisar todo trabalho lançado pelos Stones. E tal tarefa é cumprida com louvor.

Cobrindo desde os primórdios até o estouro mundial, a análise perpetuada pela autor cobre faixa a faixa todos os laçamentos da banda (singles, álbuns de estúdio e ao vivo) de 1964 a 2005, ano em que o grupo lançou seu derradeiro trabalho (A bigger bang).

Como uma autêtica enciclopédia, cronologicamente o leitor tem acesso não só os lançamentos britânicos como também os americanos que, em muitos casos, ganhavam outros títulos, mudavam capas ou até mesmo a ordem das faixas presentes no frutíferos anos iniciais. Fichas técnicas detalhadas, que revelam quem tocou ou compôs cada uma das faixas, trará grandes surpresas para fãs que acreditavam conhecer a fundo a banda autora do hino “Satisfaction”

Gradualmente ao longo de suas 470 páginas o leitor  de vai de encontro também as várias mudanças musicais promovidas pela banda. Como não conhecia a fundo os anos iniciais da banda, fui surpreendido ao descobrir que os Stones eram de fato uma banda cover de blues e rhythm and blues americanos. Porém com o passar dos anos e as mudanças pontuais de formação (como a saída do guitarrista Brian Jones, a entrada de Mick Taylor e posteriomente Ronnie Wood para o posto) e as reformulações sonoras permitiram que a banda amadurecesse a própria musicalidade e criasse alguns dos álbuns mais emblemáticos da história da música. Nesta seara, as passagens que descrevem a feitura de discos como Beggars Banquet, Exile on the main street, Let it Bleed, Sticky Fingers iluminam ainda mais estes discos que são obrigatórios para todo e qualquer adorador da música pop.

Por fim, sem se ater as polêmicas tão debatidas em outras biografias, a escrita atenta de Clayson vai de encontro ao que realmente importa: a música dos Stones e seu impacto cultural gerado mundialmente, tornanado obrigatória a aquisição deste autêntico guia que atende tanto iniciados quanto aos já experts ao universo da mais icônica banda de rock de todos os tempos.

 

Postado em: Resenhas
Tags: ,

Nenhum comentário em “Resenha – The Rolling Stones: Gravações comentadas & discografia completa”


 

Comentar