Semana De Cinema – 300 – A Ascensão Do Império
por Ragner
em 25/03/14

Nota:

download

 

Li a Graphic Novel 300 do Frank Miller com gosto. Traços, arte, colorido, texto, argumentação, história, tudo me fez consumir os 5 nºs em que a HQ foi publica quando lançada no Brasil. Isso há mais de uma década. E assisti feliz da vida ao filme, ainda mais que a caracterização se fez bem fiel e interessantemente violenta, seguindo os jorros de sangue e ferocidade espartana que o Gibi deixava tão evidente. Anos depois o tv lança um seriado (Spartacus), que tentou seguir a fotografia e sequência de batalha do filme 300, o que ficou muito bom, ainda mais por contar a história de um gladiador denominado Spartacus, mas uma história não tem nada a ver com a outra e isso foi um simples comentário meu.

Esse 2º 300 começa a contar a história de Xerxes (Rodrigo Santoro) e de como iniciou toda a guerra na Grécia, nos apresentando um protagonista parecido com Leônidas (mas só nas características físicas), Themistocles (Sullivan Stapleton). Enquanto o Espartano confronta o rei deus nas Termópilas, o Ateniense enfrenta Artemísia (a linda muito demais Eva Green) no mar. Esse 300 começa antes mesmo do 1º e termina depois.

No inicio do filme descobrimos que o rei Dários tenta invadir a Grécia, mas Themistocles consegue conter o exército Persa e mata o rei. Xerxes, o filho, presencia a cena e fica desnorteado, mas Artemísia, a protegida do rei e mais mortal comandante do reino, ‘manipula’ o príncipe a querer vingança. Apesar de ser grega, nutre um ódio sem tamanho pelo povo que agora enfrenta nos mares e faz o que é preciso para poder conseguir sua vingança. Mas para isso Xerxes teria que mudar, deixar de ser um simples mortal e alcançar a superioridade divina.

 

386867985003418598_mega

Dessa vez temos atenienses lutando e, por mais diferente que as cidades fossem, eles empunhavam tão bem uma espada como os espartanos (Atenas era muito mais conhecida por sua sabedoria e Esparta por sua força). Gostei muito da diferenciação entre os povos, Esparta usava vermelho e Atenas usava azul. Mas mesmo que o 1º filme tenha sido bem melhor, que a historia do 1º fosse melhor construída e desenvolvida, o filme é muito bom, serve de um entretenimento bem legal de se assistir.

O filme é bem arquitetado. As cenas de luta e de ação são favorecidas para o tipo de filme que 300 é, as coreografias e fotografia destacam muito bem cada detalhe artístico que possa existir em um filme de ação. A técnica já evidenciada no 1º filme, ganha melhores tons e elaboração nesse 2º.  E como o filme se passa em sua maioria no mar, as batalhas marítimas ganham um destaque em cenas que transitam excelentemente bem entre momentos velozes e situações que merecem uma observação mais detalhada e lenta.

“E que fique demonstrado que preferimos morrer de pé a viver ajoelhados!”

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

2 Comentários em “Semana De Cinema – 300 – A Ascensão Do Império”


Avatar
Dea Conti em 25.03.2014 às 12:06 Responder

Excelente, como sempre, Ragner!

Ragner
Ragner em 25.03.2014 às 14:11 Responder

Obrigado!!


 

Comentar