Semana De Cinema – Daredevil (Série)
por Ragner
em 01/05/15

Nota:

download

 

Tenho assistido a esse seriado com um gosto delicioso nos lábios. A criação e execução de uma série sobre O Homem Sem Medo é fantástica, está fantástica e os idealizadores tem acertado em tudo até então (temos duas resenhas de quadrinhos do Demolidor: aqui e aqui). A primeira temporada é um primor. Pode haver uma coisinha ou outra que poderia ser melhor, claro, existe a possibilidade, mas o seriado e os personagens principais estão mesmo fantásticos. Eu não me acostumei de cara com o “grande” Wilson ‘Rei do Crime’ Fisk, mas com os episódios passando e vendo sua adaptação se encaixando muito bem à realidade do seriado, fui gostando e me rendendo a excelente ao personagem aqui apresentado.

Matt Murdock é sem dúvida meu favorito, Charlie Cox estão absurdamente excelente como Demolidor e toda a história aqui sobre seu início como vigilante é, além de verossímil, muito bom de se assistir. Sem poderes, sem qualquer pretensão de ser um super herói, mantendo a condição de ser um homem normal, o advogado Matt Murdock é um homem comum, que tem um dom, sentidos especiais e uma determinação que, mesmo sendo atingida por questões além da sua verdade, permanece ferozmente inclinada a levar a justiça a quem precisa e o que predominantemente caracteriza o personagem, é trabalhado a quase perfeição. O medo nele parece não existir.

Outro acerto do seriado é a história de criação, que passa por flashbacks, não foi utilizado um episódio para isso, não é exaustivamente contado como Matt sofreu o acidente que o deixou cego e elevou seus sentidos a níveis formidáveis, a explicação de tudo na vida do protagonista vai sendo mostrado a seu tempo, quando necessário, de acordo com o contexto que o episódio exige e aos poucos, vamos conhecendo um pouco sobre outros personagens, alguns mais, alguns quase nada, mas tudo aqui vai ganhando seu espaço, sem pressa e ainda conseguindo ter relação ao que aconteceu no primeiro filme dos Vingadores. Ansioso para saber se haverá conexão também com a próxima fase (3ª) do universo Marvel.

A história acontece de forma linear, com os vários pontos sendo conectados de maneira bem clara e juntando as peças do quebra cabeça sobre quem é o protagonista e seu antagonista. Enquanto Matt de ganhou de cara e Fisk fui gostando aos poucos, todos os personagens vão ganhando seu entendimento e o elenco vai se mostrando muito bem adaptado, cada um vai ganhando sua importância enquanto a história vai tomando proporções maiores e já apontando para as próximas adaptações de mais heróis da editora.

A cada episódio podemos conhecer, de pouco em pouco, histórias que fortalecem o conceito de que o Demolidor é um dos heróis mais “badass” que existem na Marvel. Um ponto bastante discutido entre fãs da Marvel e da DC é de que a Distinta Concorrência possui super-heróis fantásticos demais e poderosos demais e menos realistas, enquanto a Marvel trabalha de forma melhor seus personagens no concepção do que poderia ser mais verossímil. Bom, veremos mais como isso se dá na telinha, pois na telona isso não parece ser exatamente a maior intenção dos produtores.

 

Postado em: Semana de Cinema
Tags: ,

Nenhum comentário em “Semana De Cinema – Daredevil (Série)”


 

Comentar