Semana de cinema – Jack e Jill: cada um tem a gêmea que merece.
por Thiago
em 26/11/14

Nota:

jj

Normalmente fazemos resenha sobre filmes e livros que gostamos, mas desta vez não, quero falar de um dos piores filmes que já vi, talvez o pior mesmo. Um filme que tem no elenco Al Pacino, tornando-se então uma decepção absurda, mas por outro lado é um filme do Adam Sandler.

O grande problema do Sandler pra mim não é simplesmente a falta de graça ou o humor forçado e igual em todos os filmes, mas a mania irritante de trabalhar sempre com a mesma galera, o mesmo diretor, o mesmo elenco de apoio. O diretor, Dennis Dugan fez praticamente só filmes do Adam Sandler como Um maluco no golfe, Gente Grande, Eu os delcaro marido e Larry, O paizão e por ai vai.

images (54)

Não quero desmerecer tanto o Adam Sandler pois tem dois filmes seus que eu gosto, no caso uma comédia e um drama. A comédia é o “Como se fosse a primeira vez”, dirigido pelo Peter Seagal, o cara que dirigiu a outra metade não dirigida pela Dugan, mas aqui a história é legal e tem a Drew Barrymore numa personagem tão bacana que você até passa por cima das piadas ruins que pipocam da tela. O outro filme é “Reine sobre mim”, escrito e dirigido por Mike Binder, e tem como ator âncora Don Cheadle, não vou falar muito sobre ele aqui pois quero fazer uma resenha do mesmo um dia, digo apenas que este filme é a prova que Sandler sabe atuar, mas não sei porque não o faz.

images (53)

Voltando ao pior filme de todos, vamos lá. Na trama, o diretor de comerciais Jack se vê às voltas com a visita de sua indesejada irmã gêmea, Jill, justamente em um momento desesperado de sua carreira: quando precisa convencer o grande Al Pacino a atuar em um comercial de rede de fast food. A situação se complica quando o ator se engraça com a irmã. O detalhe é que querendo dar uma de Eddie Murphy, os gêmeos são ambos interpretados pelo Sandler.

images (52)

Em 2012, ano de lançamento, o filme conseguiu ganhar em todas as categorias do prêmio Framboes de ouro, uma paródia do oscar, que premia os piores dos piores. Os “prêmios” recebidos pela produção foram de pior filme, pior diretor (Dennis Dugan), pior ator e pior atriz (ambos para Sandler), pior casal na tela (Sandler e Katie Holmes/Al Pacino e Sandler), pior elenco, pior roteiro, pior ator coadjuvante (Al Pacino), pior atriz coadjuvante e pior remake ou cópia descarada (do filme de Ed Wood “Glen ou Glenda”).

A decepcão sobre a qual falei no começo do texto vem pelo Al Pacino, quando vi que um dos meus atores preferidos faria um filme de comédia fiquei bem empolgado, pra mim um bom ator mesmo tem que conseguir transitar entre os gêneros e sempre passar pela comédia, mas essa é só mais uma opinião não muito embasada que tiro do sovaco. Assim sendo, a presença do Pacino me fez esquecer que tinha um Adam Sandler interpretando dois papéis.

Fiquei imaginando o que levou o grande Al a aceitar esse filme, será que foi grana? Será que ele gostou do roteiro? Devia um favor a alguém? Foi ameaçado de morte? Não sei, mas sei que esse é o ponto mais escuro na carreira dos dois, Sandler e Pacino.

images (51)

 

Obs: Dei uma estrela porque num tem como dar menos pelo ranking.

Obs 2: Até o Johnny Depp faz uma ponta não creditada no filme.

2

Verdade, não precisa fazer essa cara de assustado, mesmo sem seu nome nos créditos do filme você esta lá que eu vi.

1

 

Obs 3: o Shaquille O’ neil também aparece no filme

15.-Shaquille-ONeal

Segue o trailer:

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

Nenhum comentário em “Semana de cinema – Jack e Jill: cada um tem a gêmea que merece.”


 

Comentar