Semana De Cinema – Linha De Frente
por Ragner
em 23/11/16

Nota:

21062195_20131129153123355-jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

 

Jason Statham é um dos atores de ação que mais agrado de assistir. Já foi lutador, atleta olímpico e piloto automotivo. Como se não bastasse o camarada ainda é um ator que tem se saído muito bem em produções hollywoodanas. Durante anos participou de filmes europeus e sem grande distribuição mundial, mas de tempos em tempos aparece como protagonista ou um dos personagens principais em filmes norte-americanos, vide Mercenários e Carga Explosiva.

Seus filmes sempre são recheados de lutas coreografadas que enchem os olhos e como ex atleta profissional. Tudo parece bem verossímil, ficando no ar se ele seria mesmo capaz de derrubar tanto oponente em uma luta real (algo que precisa ficar claro para interessados ou entusiastas em artes marciais: treino é treino e luta é luta e na hora h, nem tudo sai plasticamente bem feito como nos treinos). Como um fã inveterado do Jason, ainda acredito que o cara conseguiria mesmo fazer grande parte do que realiza nos filmes.

Em Linha De Frente, Statham é Phil Broker, um ex-agente federal da narcóticos que depois de uma operação bem sucedida, com a prisão de um perigoso líder de uma gangue de motociclistas, decide se mudar, junto a filha, para o interior dos Estados Unidos. Mas na cidade sua vida não permanece em paz por muito tempo. Depois de uma briga na escola, envolvendo a filha, ele acaba arrumando confusão com o traficante local, Gator (James Franco). O que inicialmente deveria ser um susto no ex-agente, ganha proporções maiores e a vida de Broker vai ficando sem muita saída. Gator descobre quem Broken é e faz um acordo com a gangue que ainda deseja vingança.

Jason faz o papel de um pai viúvo que tenta, a todo custo, fazer o melhor pela filha (particularmente adorei esse contexto e a relação dos dois é bem gracinha de se assistir). O roteiro é bem conhecido, pois a tentativa de se viver uma outra vida por causa de um passado problemático, é algo que Hollywood já fez diversas vezes (muitas delas com uma mãe fugindo do passado) e aqui ainda fica ótimo, pois as cenas em que Jason está derrubando gente e distribuindo porrada, são sempre muito boas.

Como disse, é uma história conhecida, sem grandes reviravoltas e mesmo que eu goste bastante do gênero, é um filme mediano, tenho que admitir. O roteiro não trás grandes novidades e assumo que de uns tempos para cá, minha análise crítica tem ficado mais criteriosa. Tal fato aconteceu logo depois de resenhar Batman Vs Superman, onde tentei me abster de ser tão fã e me esforcei para analisar melhor todo o contexto do filme e que alcançou seu ápice com a resenha de Kickboxer: Vingança, já que conseguiu a menor nota já data por mim.

 

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

Nenhum comentário em “Semana De Cinema – Linha De Frente”


 

Comentar