Semana De Cinema – Star Wars – O Despertar Da Força
por Poderoso
em 30/12/15

Nota:

12141701-988804167844496-3976045521720407953-n_v7a2

 

Essa semana dedicamos nossas resenhas ao fenômeno que é o universo Star Wars. Já falamos sobre a primeira trilogia e a segunda trilogia. Indiscutivelmente, algumas pessoas gostando ou não, o retorno de um sucesso como Guerra nas Estrelas fez com que fãs e novos fãs se movimentassem com o despertar de uma força mundialmente conhecida e que é respeitada tanto nos cinemas quanto nos quadrinhos, na literatura e também em games. Seja pelo universo expandido ou já conhecido, o final de 2015 trouxe para as telonas uma quebra de recordes que muitos já tentaram e falharam.

Seja por nostalgia, por motivos financeiros, por idealizações ou quaisquer motivos que possam existir, o fato é que esse novo capítulo de Star Wars chegou em excelente hora e deixa claro o quanto a história da família Skywalker, Jedis, Siths, Império, Rebeldes, a Força e a formidável Millennium Falcon ainda se manifestam de maneiras surreais no imaginário de muita gente. E bota muita gente nisso.

Há nesse novo filme muitas referências aos filmes anteriores, principalmente ao episódio IV e V. Tais referências percebo muito pelo respeito à obra de George Lucas, mesmo que tenho ouvido pessoas reclamando de algumas aparências. Enfim. O Despertar Da Força abre várias possibilidades de novos enigmas e caminhos a serem seguidos e isso me deixa deveras contente, ainda mais com uma protagonista capaz de elevar a figura feminina a patamares surpreendentes, pois a Rey é a maior revelação possível e necessária que faltava em Star Wars. Mesmo Padmé e Leia sendo as heroínas que foram, Rey consegue ir além.

“Luke está desaparecido” e tanto República (a Aliança Rebelde) quando Primeira Ordem (remanescentes do Império) estão atrás do último Jedi e é assim que se inicia o filme. A história aqui se passa décadas depois de O Retorno De Jedi. O Império que parecia em frangalhos tem na Primeira Ordem um poderio gigantesco e estrategicamente muito bem estruturado e os rebeldes tentam ainda fazer com que a República exista na galáxia.

Enquanto a resistência tenta proteger o que pode indicar a localização de Luke, a Primeira Ordem vai atrás daqueles que possuem tal informação. Entre fugas, voo da Millennium Falcon e apresentações dos novos personagens, vamos encontrando os antigos, cada um em momentos maravilhosos, que representam exatamente o que significam e como merecem ser lembrados. Han Solo declarando que estava em casa é emocionante.

O Despertar Da Força chegou em uma excelente hora. Uma protagonista forte, autossuficiente e apaixonante, um protagonista negro dedicado a lutar contra a agonia em que vivia e um antagonista em construção que tem ainda um caminho longo a percorrer, mas que toma sua maior decisão em um momento de clímax, que representa o fim da luz e o crescimento da escuridão.

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

Nenhum comentário em “Semana De Cinema – Star Wars – O Despertar Da Força”


 

Comentar