Arquivo da tag 'Biblioteca Azul'



Resenha – As mais belas coisas do mundo
por Juliana Costa Cunha
em 16/09/19

Nota: Valter Hugo Mãe volta a ter resenha aqui no Poderoso. Já resenhamos O nosso reino e O apocalipse dos trabalhadores . Desta vez vamos falar sobre seu mais recente lançamento – As mais belas coisas do mundo. Lançado pela Biblioteca Azul numa edição super caprichada com capa dura, folhas com gramatura mais densa, diversas
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O rei das sombras
por Juliana Costa Cunha
em 19/08/19

Nota: Javier Cercas é um autor já consagrado no meio literário contemporâneo e um dos autores mais referenciados na literatura espanhola atual. Este foi meu primeiro contato com sua escrita. E foi possível para mim constatar sua potência narrativa, embora tenha me enfadado em muitas passagens. Em O Rei das sombras o autor aborda um de seus
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O cerne da questão
por Patricia
em 07/08/19

Nota: Graham Greene é daqueles nomes que já ouvi falar muito, mas nunca tive contato direto com as obras. Tenho quatro livros do autor: “Nosso homem em Havana”, “O americano tranquilo” (que já foi adaptado para o cinema duas vezes), “Os farsantes” e “O cerne da questão”. A Biblioteca Azul, selo da Globo Livros, está
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – As luas de Júpiter
por Patricia
em 05/11/18

Nota: Em 2013, Alice Munro recebeu o Prêmio Nobel de Literatura tornando-se a 13ª mulher a conquistar o Prêmio (e a primeira autora canadense). O que chamou a atenção em sua vitória é que Munro é conhecida por escrever contos e não romance – gênero que costuma chamar mais a atenção dos jurados do Nobel.
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O macaco e a essência
por Ragner
em 04/06/18

Nota: Aldous Huxley é um escritor conhecido por suas teorias distópicas e pelo clássico Admirável mundo novo. A ilha já foi resenhada por aqui e hoje trago para vocês minhas considerações sobre O macaco e a essência. Devo admitir que a priori escolhi ler tal livro pela ideia do livro – que me fez pensar em O
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Sobre – A redoma de vidro e autoficção
por Patricia
em 27/04/18

Nota: Sylvia Plath já passou pelo Poderoso com seus diários e, também, com a primeira resenha de A redoma de vidro feita pelo Gabriel láááá em 2015. No enredo temos Esther Greenwood quer ser poeta. Ainda jovem, ela passou em um concurso para ficar um mês em Nova York em algo como um estágio em uma
Postado em: Revisitando
Tags: , ,

Resenha – Os diários de Sylvia Plath (1950 – 1962)
por Patricia
em 16/04/18

Nota:   Sylvia Plath é uma autora que ficou, talvez, mais marcada pela sua breve vida do que por sua obra literária. Muitas pessoas conhecem a parte mais trágica de sua biografia antes mesmo de abrir um livro sobre ou da autora. Em “A mulher calada”, já resenhado aqui no Poderoso, Janet Malcolm, debate a
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Dias de abandono
por Patricia
em 08/03/18

Nota: Elena Ferrante, umas das autoras contemporâneas mais interessantes, já passou pelo Poderoso com o primeiro volume da série Napolitana – A amiga genial – e com A filha perdida.  Em “Dias de abandono”, conhecemos Olga. Mãe de duas crianças pequenas e casada com Mario. Depois de 15 anos de casamento, Mario decide que não quer
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O apocalipse dos trabalhadores
por Bruno Lisboa
em 31/01/18

Nota:   Valter Hugo Mãe (pseudônimo do escritor angolano Valter Hugo Lemos) é um dos maiores escritores de sua geração. Multi premiado, o escritor, artista plástico e cantor é dono de um modo de escrita muito particular, mantendo vivo o legado deixado por José Saramago. Prova disso é O apocalipse dos trabalhadores, livro de 2008, mas relançado
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Johnny vai à guerra
por Patricia
em 08/01/18

Nota: “Johnny vai à guerra” foi publicado originalmente em 1939 nos Estados Unidos. Apesar de ter sido publicado no mesmo ano em que a 2a Guerra Mundial estourou (de fato, o livro saiu 10 dias antes do pacto nazi-soviético e dois dias depois do início “oficial” da Guerra), o livro tem como pano de fundo a
Postado em: Resenhas
Tags: , ,