Arquivo da tag 'Penalux'



Resenha – Corações ruidosos em queda livre
por Juliana Costa Cunha
em 15/07/19

Nota: Alex Sens é autor do livros O frágil toque dos mutilados, lançado pela Editora Autêntica em 2015 e lançou recentemente a continuação dele sob o título de A silenciosa inclinação das águas, pela mesma editora. Já deu pra perceber que ele gosta de títulos poéticos, né? Eu não li (ainda) o primeiro livro dele.
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Ao tempo poemas
por Juliana Costa Cunha
em 24/06/19

Nota: “Eu andei triste, mas o tempo me fez cores” É com esta assertiva que a paulistana e estreante na literatura Cristina Macena conclui seu livro de poemas Ao tempo Poemas, lançado pela Penalux. Cristina é poeta, professora de filosofia e uma alma inquieta que está sempre criando algo. Já transitou pelo teatro e pelo
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – A memória é um peixe fora d’água
por Juliana Costa Cunha
em 19/06/19

Nota: A memória é um peixe fora d’água me pegou de surpresa e de jeito. Patrícia Porto, autora deste livro de contos, lançado pela Penalux, nos traz textos memorialistas, sentidos e muito reais. A autora tem outros livros publicados no campo da poesia. Inclusive o Cabeça de Antígona, lançado pela Editora Reformatório. Uma editora que
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O observador
por Juliana Costa Cunha
em 03/06/19

Nota: Carla Dias escreve poesia, contos, crônicas e é também musicista. Toca bateria. Inclusive é diretora do festival Batuka! Brasil, que tem destaque mundial como um dos mais importantes do gênero, colaborando com a divulgação de bateristas e percussionistas do Brasil para o mundo.  Em “O Observador” Carla nos apresenta 50 contos com temas que
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O Berro do Bode
por Juliana Costa Cunha
em 15/04/19

Nota: O berro do bode, título deste livro, é o último conto dele. Um conto que me deixou completamente arrepiada com seu final. Nele, acompanhamos a vida de uma mulher que deseja muito engravidar e tenta com vários parceiros, porém sem sucesso. Até que procura uma determinada mulher, que eu identifiquei como sendo um bruxa,
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O parto
por Juliana Costa Cunha
em 01/04/19

Nota: Jordano Souza é natural de São Gotardo – MG , em 1989. Tem sua poesia embasada no cotidiano e neste livro O Parto, faz uso dessa metáfora para expiar a dor da vida. Busca encontrar sua identidade ao mesmo tempo que rememora sua infância. “Parto e poesia alegrias que não excluem a dor” Mais
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – A Face Serena
por Juliana Costa Cunha
em 18/03/19

Nota: Comecei a ler a Maria Valéria Rezende por seu livro mais recente, lançado pela Penalux e selecionado como um dos finalistas do Prêmio Jabuti de 2018. Muitas pessoas já me falaram da autora e indicaram, considerando que eu iria gostar. Acertaram! A autora tem um percurso de vida bem interessante. Nasceu em São Paulo,
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Para que serve a poesia?
por Juliana Costa Cunha
em 13/01/19

Nota: Clarice Sabino é carioca, nasceu em 98 e é sobrinha-bisneta (nunca que imaginei essa denominação) de Fernando Sabino. Em 2016, Clarice começou a escrever seus poemas nas redes sociais sob o nome de Nada disso é para você ( no Facebook e no Instagram). A obra “Para que serve a poesia?” tem uma edição bem bonita
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Afetos
por Juliana Costa Cunha
em 07/01/19

Nota: Fernando Rocha é paulistano, nascido em 81. Fotógrafo amador, graduado em letras e professor de inglês na rede municipal de São Paulo. As crônicas publicadas neste livro, são fruto de seus escritos nas redes sociais. É possível acompanhar essas publicações no facebook – /fernando.umcaracomum. Afetos é dividido em 5 partes – Os dentes de
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – O canto da borboleta
por Juliana Costa Cunha
em 01/06/18

Nota: Rita Queiroz é doutora em Filologia e Língua Portuguesa pela USP e possui diversos textos e poemas inseridos em coletâneas poéticas no Brasil, alguns premiados. Neste livo, “O canto da borboleta”, Rita nos apresenta uma poesia romântica, transitando pela história da literatura e da mitologia. A poetisa nos apresenta algumas imagens marcantes e metáforas
Postado em: Resenhas
Tags: , ,